Atracar

      
       A César Leal

Empresta-me o teu éter
A tua bomba de elisão à dor
Empresta-me o teu sangue
Infectado de poemas bons
O teu terno sujo de luxo
Ao menos na fotografia
Empresta-me o teu sol
Para um novo rei melhor
As tuas cordas e teus metais
Empresta-me as palavras
Os ácidos e os sais
Empresta-me o teu mar
Os sonhos de corsário
Teu objecto de trabalho
Empresta-me o teu chá
E chocolate
Empresta-me o mercúrio
O chumbo e a prata
A data de aniversário 
Os parabéns
Empresta-me tua agenda
O teu mapa, tua senha
E os memorandos também
Empresta-me a tua espada
O canhão, a artilharia
O vinho e as especiarias
Empresta-me tuas mãos e anéis
Tuas linhas do futuro
Tua família, teu único cão
Empresta-me a tua alma
A tua fé.
A
mém.

Marcos D'Moraes  
( Professor, advogado, poeta e músico.)

6 Relícários:

Postar um comentário

Participe, Interaja, Despeje-se! ;)