Vomitar a Alma

Sinto lá dentro do peito
Um bolo inconstante
Que me alegra e devora
Que me entristece, sorri e chora...

Nenhum diagnóstico foi detectado
Para descobrir
Que bolo tão macio e duro me corroi...

Preciso dormir à noite...
Preciso acordar o dia...
Preciso beber à tarde...

Esse bolo sobe e desce
Pula-pula,
Ah, que agonia!

Vou por o dedo na goela e
Vomitar essa inconstância
Vou por o dedo na goela e
Vomitar a alma.

ANDALA

1 Relícários:

Postar um comentário

Participe, Interaja, Despeje-se! ;)