Ler é ...

Ler é, apenas, mergulhar em um oceano
de conhecimentos, de culturas.
É superar seu próprio mundo e transgredir
as formas de “conceitos corretos”.

Ler é pular de um penhasco
em chamas e se queimar de idéias, é suportar
nos ombros, muitos outros ombros,
é ter na cabeça, muitas cabeças;
todas em atividade.

É falar com a língua dos outros, é concordar,
discordar e nunca ausentar suas opiniões.

Ler é atrair para si os conhecimentos
sobre tudo o que já foi estudado,
fazendo uso da palavra
como veículo de transmissão.

É se atirar na vida e saber que não
morrerá por engano.
É cavar no próprio peito o poço de informações,
as quais serão utilizadas, principalmente,
quando o sol da vida estiver indicando o meio dia.

Também é ficar em silêncio até que os
livros se calem, para não deixar de ouvir
nenhuma palavra.

É para adquirir intimidade com elas,
saber onde encontra-las quando precisar.

É fugir do monótono
e descobrir a vida.


Eduardo Gomes

show marginal


ei boy, isso tá errado

o que é certo é certo,

eu num minto...


me mantenho sujo pra ganhar um pão

e ainda espero o suco.

Dona Maria sempre me dar comida,

eu num minto...


nem o espelho suportou minha imagem,

e nem fui eu que quebrei, me acusaram injustamente

agora tenho que trabalhar.

trabalhar cansa

eu num minto...


bom mesmo é filosofar,

tem que ter estudo

eu num olho a vida de ninguém,

num quero que olhem a minha.

eu num minto...


opa, 50 centavos...

vou tomar uma caninha,

num me “arrete” não,

eu num minto...