Poeminha imaginário.

penso, penso...
seguindo o coração...
abrigo vindo aos poucos..
dúvidas...
imaginação...

e Casimiro de Abreu
não me deixa des
.............................can
......................................sar...
Julio Melo.

0 Relícários:

Postar um comentário

Participe, Interaja, Despeje-se! ;)