Soneto de Primeiro Encontro

Estranha esta doce fascinação
Brota de um lugarejo inesperado
Território muito mais que infundado
Onde jamais veria uma paixão

Palavras inusitadas então
Uma amizade doce aqui jurada
A semente do alvorecer plantada
O eu e o tu deste dia sim, serão

Adoro a ti maravilhosa amiga
Que te atreves a em meu peito navegar
Venhas com teu forte vento e me siga

Quero contigo para sempre jurar
Quem sabe um amor para toda a vida
Talvez dois corações enfim acalmar
Rodolfo Signorelli

































0 Relícários:

Postar um comentário

Participe, Interaja, Despeje-se! ;)