Reflexo do Capibaribe



Meia-noite
E o reflexo do Santa Isabel
Impera no Capibaribe

Como gotas aglomeradas
Homens se dirigem
Ao espetáculo secular...
Ouço os aplausos!

E aquele calor
Incendeia o proscênio
E alucina os personagens
Transbordados nos artistas

É o amor pela luz de pino
Que me faz correr nua
Pelas cabines e cortinas,
Que me faz apreciar
O clássico e irreverente
Daquele monumento 
Repleto de sonhos e fantasias

Faço amor no proscênio
Faço amor nas cortinas
Faço amor nas cabines
Faço amor no reflexo do Capibaribe
Thalita Gadelha

Dois



O tempo passou rápido...
nem parecia que iria acontecer   
aconteceu de repente                                                  
enquanto todos pensavam em si mesmos...


eu pensava nela.


Júlio Melo